segunda-feira, 12 de julho de 2010

Aos meus amigos...

Durante nossa vida, muitas das atitudes que tomamos, seja em âmbito profissional, seja no pessoal, são tachadas de insanas, loucas.
Eu sou prova de quantas loucuras fazemos durante nosso tempo na terra. Já fiz cada coisa que vocês não acreditariam.
Não vou ficar aqui contando minhas peripécias, quero apenas partilhar algo que meu amigo Bill me disse muitas vezes, há algum tempo atrás.
Não importa se parece loucura, ou que os outros vão dizer. O importante é fazer. O pior dos sentimentos é nunca descobrir que deixamos de viver o que poderia se tornar o melhor momento de nossas vidas por medo de tomar uma atitude considerada louca ou fora de padrão.
Quero fazer todas as doideras que forem possíveis, quero sentir tudo que se pode sentir, sem me privar de nada.
Quero ser o bobão romântico! Mandar flores em uma terça comum de dezembro.
Vou mandar uma mensagem as duas da madrugada só porque ouvi uma música que me fez pensar em você. Caso eu me machuque, vou chorar e sofrer sozinho nas madrugadas enchendo a cara de Red Label e fumado maços e maços de cigarro. Mas mesmo assim, tenho certeza, ainda valerá a pena a dor e a solidão, pois se machucou, é porque eu ainda estava vivo.
Essa é minha declaração aos meus amigos: vivam! Por favor, vivam. Não porque estou pedindo, mas porque vocês precisam sentir o que estou sentindo. Façam isso. A vida é curta e passa rápido demais. Vivam amigos.

2 comentários:

Gott disse...

Você sempre viveu intensamente, eu melhor do que ninguem SEI disso.
Quantas vezes fizemos coisas loucas, quantas vezes dormimos na parada de onibus juntos, bebemos juntos, rimos juntos e até choramos juntos??
Mas ninguem cauterizou teu braço aberto com um cigarro como eu!! =D

E ninguem achou q era o SpiderMan como vc! ;)

Saudade, palavrinha desgraçada né, mas é o que sinto as vezes, não saudade do que fizemos, pq isso com certeza já passou e foi no tempo certo, tenho saudade dos amigos, nas conversas jogadas fora, das rizadas, brigas, jogatinas, choques, corridas na chuva e do tempo bom que não volta mais...

uma boa parte da minha vida (podia até dizer a mais divertida, louca e intensa) vc estava do meu lado, vc e mais alguns q hoje em dia nem tão amigos são assim...

Saudade do amigo, não preciso me identificar q vc sabe quem sou, só quero q saiba q sempre lembro do amigo e q estás sempre junto comigo, quando paro pra pensar na vida passada, sempre tem um lugar de presença!!

ABRAÇÃO!!

Saulo disse...

Claro que não esqueci do amigo gordinho!!! Cara, a amizade, apesar da distância e das responsabilidades que a "vida adulta" nos impõe, não acaba, apenas sofre modificações.
Aquele tempo foi um dos melhores da minha vida. Não me arrependo de um só porre ou merda que fizemos durante aquele tempo. O foda, é que nada disso dura para sempre.
Andei muito tempo sentindo saudades daquele tempo. Ainda sinto um pouco, mas hoje aceito que tudo aquilo aconteceu no momento certo, e se fosse hoje, talvez não teríamos curtido tanto.
Apesar do pouco contato, saibas que continua sendo meu brother como naquele tempo, e acho que isso nunca vai mudar.

Te cuida aí cara, vai pela sombra e, precisando, é só chamar.

Abração !!!